Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Just Breathe.

Just Breathe.

24.04.21

"O Velho que lia romances de amor", de Luís Sepúlveda

jules emerson.
Ainda dentro do tema de ler livros sobre livros, decidi ler este livro bem pequenino do Luís Sepúlveda.  (Retirado de Goodreads) Neste livro, com mais ou menos 60 páginas, Luís Sepúlveda conta-nos a história de Antonio José Bolívar Proaño. Este senhor, já com uma idade avançada, vive em vive em El Idilio, um lugar na região amazónica dos índios shuar. Com os índios ele aprendeu a sobreviver na selva, a respeitar os animais mas também a caçar, respeitando as leis da selva. Um dia, falam com ele para saber se ele sabe ler e se pode votar, descobrindo que sabia ler. Foi aqui que começou a sua paixão pela leitura e em especial por romances de amor, "daqueles que fazem chorar". O dentista, que passa pela aldeia duas (...)
23.04.21

"A promessa de Gabriel", de Sylvain Reynard

jules emerson.
Para quem me conhece há já algum tempo, sabe o quanto eu gosto dos livros de Sylvain Reynard e, principalmente, o quanto gosto da saga do Inferno de Gabriel! Sendo este o quarto e último livro da saga(até ver, porque estou com esperança que venha mais um), eu tinha que o ler!  (Retirado de Goodreads) Depois de terem sido pais e de terem finalmente a sua filha, Clare, nos braços, Julianne e Gabriel voltam para casa e começam a vida de pais. Primeiro, temos todo o cuidado do (...)
15.04.21

"Savior", de Fiona Cole

jules emerson.
Depois de ler o primeiro livro desta saga, Voyeur, fiquei curiosa para ler mais. Como os livros desta são stand-alones podemos ler na ordem que quisermos porque não faz diferença nenhuma na história. Então decidi ler o terceiro, o "Savior".  (Retirado de Goodreads) Neste livro Fiona Cole conta-nos a história de Alexandra e Erik, duas pessoas muito diferentes.  Alexan (...)
13.04.21

"Os livros que devoraram o meu pai", de Afonso Cruz

jules emerson.
Há muito tempo que queria ler algo do Afonso Cruz. No início do ano comprei este livro porque ouvi imensos elogios ao mesmo e ao seu autor. Quando vi o desafio do mês de Abril do Uma Dúzia de Livros da Rita da Nova, que é ler "Um livro sobre livros", senti logo que tinha que guardar este livro para este desafio porque pareceu-me mesmo o adequado. E não podia te escolhido melhor! (Retirado de Goodreads) Af (...)
11.04.21

"Voyeur", de Fiona Cole

jules emerson.
Abril começou com uma nova saga, a Voyeur. E uma saga bastante romântica e bastante spicy de Fiona Cole. Conheci-a através da Twi (que é responsável pela maior parte dos livros que tenho lido também, thanks Twi) e senti logo que tinha que ler estes livros porque são mesmo do género que costumo ler e costumo gostar. Com age-gap, segredos, pessoas com passados obscuros e tristes, amores proibídos... (...)
09.04.21

"The Hating Game", Sally Thorne

jules emerson.
Ainda sobre as leituras de Março, o último livro que li foi este, "The hating game" de Sally Thorne. Ouvi falar muito bem dele no TikTok e no Instagram. Uma livro que li em cerca de 10 dias e que foi também parte de uma experiência incrível que fiz com a Twi em que lemos o livro numa leitura conjunta e iamos conversando sobre o que estavamos a ler! Foi muito giro, nunca tinha feito isso antes e como já (...)
25.03.21

"A Noite de Todas as Almas", de Deborah Harkness

jules emerson.
Depois de ter visto em 2018 a primeira temporada de "A Discovery of Witches" da HBO, fiquei com imensa curiosidade para saber mais sobre esta série e sobre estas personagens! Este ano saiu a segunda temporada e eu vi tudo logo assim que saiu! É uma das minhas séries favoritas deste género de fantástico e subnatural. Por isso, quando encontrei este livro soube que o tinha que ler! Ignorei o facto de ter cerca de 700 páginas e assim que comecei não consegui parar! (Retirado do Goodreads) (...)
23.03.21

"O Mandarim", de Eça de Queirós

jules emerson.
Para o desafio de leitura da Rita da Nova, o Uma Dúzia de Livros, em Março tinha que ler um livro que não tivesse terminado. Por norma não costumo deixar livros por terminar, no entanto, quando olhei para a minha estante vi este livro que me ofereceram quando ainda andava na escola. Lembro-me de o ter tentado ler na altura mas fiquei muito no início e portanto achei que era a altura ideal para o ler! Para (...)